Entre Novembro de 2002 e Dezembro de 2006, o ICNB desenvolveu o Plano Nacional de Conservação da Flora em Perigo (primeira fase). O plano consistiu num diagnóstico sobre o estado de conservação de “sete das plantas endémicas do continente português mais ameaçadas de extinção” e de um ” feto de ampla área de distribuição geográfica, mas ameaçado na Europa”, o famosos trevo-de-quatro-folhas. Após o diagnóstico, foram feitas intervenções nas áreas de distribuição destas espécies, por todo o país, numa tentativa de melhorar o horizonte de conservação das mesmas.

planofloraperigo

As espécies alvo foram a corriola-do-Espichel Convolvulus fernandesii, a Linaria ricardoi, o  trevo-de-quatro-folhas Marsilea quadrifolia, o narciso-do-Mondego Narcissus scaberulus, o miósotis-das-praias Omphalodes kuzinskyanae, a diabelha-do-Algarve Plantago algarbiensis, a diabelha-do-Almograve Plantago almogravensis e o alcár-do-Algarve Tuberaria major.

Tivesse o ICNB mais recursos e apoio político e institucional para poder continuar este valoroso trabalho e alargá-lo a outras espécies.