LogoAnoInternacionalAstronomiaEm 1609, Galileu Galilei usou pela primeira vez um telescópio – inventado um ano antes mas melhorado por si – para observar o céu nocturno. Identificou montanhas e crateras na Lua, luas à volta de Jupiter, novas estrelas invisíveis ao olho nú e revolucionou a história da ciência. 400 anos mais tarde, para celebrar esta data, 2009 foi nomeado como Ano Internacional da Astronomia (AIA2009).

Em Portugal, as celebrações são coordenadas pela Sociedade Portuguesa de Astronomia e desde o início do ano que um pouco por todo o país se leva a astronomia e a ciência para mais perto das pessoas. Em especial, a iniciativa 100 Horas de Astronomia, entre 2 e 5 de Abril, pôs astrónomos amadores e profissionais a disponibilizar os seus telescópios para que mais de um milhão de pessoas em Portugal tivessem a oportunidade de olhar o céu. Foi uma enorme celebração de ciência. Entre 22 e 24 de Outubro a iniciativa ir-se-á repetir.

Denominadas Galilean Nights – Noites de Galileu, integradas no projecto nacional “E agora eu sou Galileu” é feito um convite a todos os astrónomos para se juntarem à iniciativa e entre os dias 22 e 24 de Outubro de 2009 disponibilizarem os seu meios de observação para mostrarem ao público dois dos principais objectos de estudo de Galileu – a Lua e o planeta Júpiter.

A agenda nacional do Ano Internacional da Astronomia inclui acções de Bragança ao Porto, de Lagos ao Funchal. Visite-a. E usufrua desta iniciativa única e de enorme valor.

Noites de Galileu