Decorreu, com sucesso crescente, o que muito me alegra, a terceira visita integrada no ciclo Laços de Família, a decorrer até Maio de 2010 no Jardim Botânico da Universidade de Lisboa.

Página da frente do distribuível Agaves e Aloés.

Página da frente do distribuível Agaves e Aloés.

Desta vez abordámos três famílias de monocotiledóneas muito próximas e cuja classificação é ainda muito dinâmica (ou seja, os botânicos não concordam entre si e está tudo sempre a mudar!): as iucas Yucca, o dragoeiro Dracaena draco, as patas-de-elefante Nolina e a fiteira Cordyline australis da agavaceae (que aqui inclui a dracaenacea); os aloés Aloe da asphodelaceae; os espargos Asparagus, as gilbardeiras Ruscus e a alegra-campo Semele androgyna da asparagaceae.

Publico só a frente do folheto para já. Existem muito exemplares por identificar no jardim mas fizémos algum progresso durante a visita em inglês, com a ajuda de Gerald Luckhurst. Em breve publicarei a planta do jardim com espécimens a visitar.