Foto de António Branco de Almeida.

Foi no passado dia 22 de Maio de 2010 que inaugurou esta loja, um projecto e sonho meu de longa data. Espero conseguir que resulte e que se mantenha muitos anos!

Conto com a vossa visita!

Anúncios

Maio é um excelente mês para andar nos jardins: temperaturas amenas; muita floração; muita e frondosa folhagem. Durante os próximos quatro finais de semana de Maio de 2010, de 8 a 30 de Maio, irei facilitar uma grande variedade de actividades que irão decorrer no Jardim Gulbenkian e no Jardim Botãnico da Politécnica, em Lisboa.

De volta dos filódios de uma acácia. Isto e muito mais no Curso de Identificação de Árvores.

Jardim Botânico

O ciclo de visitas Laços de Família está a chegar ao fim. Foram já oito as visitas a grupos evolucionariamente próximos de plantas: rosáceas; leguminosas; agaves e aloés; palmeiras; coníferas I e II; euforbiáceas; compostas.

Faltam agora:

– Quarta-feira, 5 de Maio às 15h00 e Domingo, 9 de Maio às 11h30 – as Mirtáceas dos eucaliptos, murta e familiares;

– Quarta-feira, 19 de Maio às 15h00 e Domingo, 23 de Maio às 11h30 – e as Moráceas das figueiras e amoreiras.

Jardim Gulbenkian

No Jardim Gulbenkian irá decorrer um curso de identificação de árvores, já no dia 8 de Maio 2010, e quatro visitas guiadas com temáticas diferentes, três visitas integradas no ciclo  As plantas do Jardim Gulbenkian e uma visita dedicada à história da evolução das plantas:

– Sábado, 8 de Maio das 10-12h30 e 14h-17hCurso de Identificação de Árvores

– Sábado, 15 de Maio às 11hAs plantas portuguesas – silva lusitana

– Domingo, 16 de Maio às 15hHistória completa da evolução das plantas em 96 minutos

– Sábado, 22 de Maio às 11hPlantas mediterrânicas – ‘Mare Nostrum

Sábado, 29 de Maio às 11hAs plantas intercontinentais – Dar novos mundos ao mundo!

Domingo, 30 de Maio às 15hHistória completa da evolução das plantas em 96 minutos

Será uma azáfama de actividades e um prazer poder contar consigo!

Devido à chuva do passado dia 20 de Março de 2010, a “Festa do Desenho e da Paisagem” foi adiada na sua totalidade uma semana, para o próximo Sábado 27 de Março de 2010.

No Sábado 27 de Março eu estarei a facilitar um “Curso de Identificação de Árvores“, também no Jardim Gulbenkian, o que me impossibilita de guiar as duas visitas que estavam previstas no dia 20 e intituladas “O Despertar da Primavera no Jardim Gulbenkian“. Estas visitas serão agora guiadas por Filipa Silva, guia do Jardim Botânico de Lisboa, e terão lugar, como previsto, às 11h e 15h do dia 27/03/2010.

Confirmo assim que o “Curso de Identificação de Árvores” irá decorrer como previsto.

Será um dia ainda mais cheio no Jardim Gulbenkian.

Festa do Desenho e da Paisagem no Jardim Gulbenkian.

Para dar as Boas Vindas à chegada da Primavera – e este ano estamos todos ansiosos! – a Fundação Calouste Gulbenkian programou a Festa do Desenho e da Paisagem no próximo Sábado, 20 de Março de 2010. Será um dia inteiro de actividades para todas as idades, incluindo visitas guiadas sobre o jardim – duas minhas com maior enfoque nas plantas (11h e 15h) e duas de Carlos Carrilho com maior ênfase na concepção e desenvolvimento do jardim enquanto obra de arte paisagista (12h e 16h) – uma conferência sobre Paisagem por Victor Beiramar Diniz (17h), e muitas oficinas e actividades para crianças. Tudo gratuito, mas a precisar da marcação de bilhetes no próprio dia.

Um dia em pleno! Venham celebrar a Primavera!

Confirma-se a realização de todas as actividades planeadas para o Jardim Gulbenkian e antes descritas aqui. No lado direito do blogue está uma agenda com todas as visitas guiadas e cursos a realizar, no Jardim Gulbenkian e no Jardim Botânico da Universidade de Lisboa.

Abaixo segue a agenda, neste caso para o Jardim Gulbenkian. O título de cada actividade está direccionado para o site Descobrir da Fundação Gulbenkian com a descrição da actividade e ligação à bilheteira.

Março 2010:

Sábado, 20 de Março de 2010, 11h e 15h: As Plantas no Jardim – O Despertar da Primavera no Jardim Gulbenkian (visitas integradas na Festa do Desenho e da Paisagem, um dia inteiro de actividades no Jardim Gulbenkian).
Sábado, 27 de Março de 2010, 10-12h30 e 14h-17h: Curso de Identificação de Árvores

Abril 2010:

Sábado, 10 de Abril de 2010, 11h: As plantas portuguesas – silva lusitana
Sábado, 17 de Abril de 2010, 11h: Plantas mediterrânicas – ‘Mare Nostrum
Sábado, 24 de Abril de 2010, 11h: As plantas intercontinentais – Dar novos mundos ao mundo!

Maio 2010:

Sábado, 8 de Maio de 2010, 10-12h30 e 14h-17h: Curso de Identificação de Árvores
Sábado, 15 de Maio de 2010, 11h: As plantas portuguesas – silva lusitana
Domingo, 16 de Maio de 2009, 15h: História completa da evolução das plantas em 96 minutos
Sábado, 22 de Maio de 2010, 11h: Plantas mediterrânicas – ‘Mare Nostrum
Sábado, 29 de Maio de 2010, 11h: As plantas intercontinentais – Dar novos mundos ao mundo!
Domingo, 30 de Maio de 2009, 15h: História completa da evolução das plantas em 96 minutos

As fotos aqui reproduzidas são de minha autoria.

Montanoa pinnatifida, uma planta composta. Foto de Fernando Jorge.

O programa de 10 visitas Laços de Família, iniciado em Setembro de 2009, recomeça as suas visitas em Março de 2010. Existe apenas uma alteração: deixa de haver a visita em Inglês às 10h00 de Domingo – Thank you Martin for your kind company during the tours in English! – e passa a haver apenas duas sessões, ambas bilingues em Português e Inglês.

Das coníferas às figueiras: viagem evolutiva de 5 grupos de plantas em 6 visitas guiadas às colecções do Jardim Botânico da Universidade de Lisboa. De Março a Maio de 2010.

Que laços unem as plantas de uma família? Como evoluem e adaptam plantas aparentadas para sobreviver em diferentes ambientes naturais? O que as une? O que as diferencia? É a seiva mais viscosa que a água? Venha descobrir a diversidade e história natural de grupos próximos de plantas.

Cada visita irá explorar uma família de plantas ou um grupo próximo de famílias representadas na sua colecção viva. As visitas terão a duração aproximada de uma hora. O bilhete custa 4€ por visita e permite a estadia no jardim após a mesma. Por cada família haverá duas sessões bilingues, em português e inglês, às Quartas-Feiras (15h00) e Domingos (11h30). As visitas serão guiadas por Rui Pedro Lérias.

Onde: Rua da Escola Politécnica 58, Lisboa

Metro: estação Rato, Linha Amarela

Autocarros: 758, 773 (paragem em frente ao Jardim), 92, 790 (paragem no Príncipe Real), 74, 706, 709, 713, 720, 727 e 738 (paragem no Largo do Rato)

Ingresso – 4€

Contactos: http://www.jb.ul.pt

Vista no Goole Map do jardim Botânico da Universidade de Lisboa

Vista no Google Earth do Jardim Botânico da Universidade de Lisboa. Click na imagem para Google Map de como chegar.

Foto por Jorge Teixeira Pinto

Decorreu em Lisboa, no passado Domingo, 31 de Janeiro de 2010, pelas 11h30, uma visita guiada ao Jardim França Borges, conhecido como Jardim do Príncipe Real. A visita teve a duração de 1h15 e teve como objectivo dar a conhecer à população um pouco mais sobre a história e árvores do jardim, ao mesmo tempo que se explicava as razões que leva um grupo de cidadãos de que faço parte, formado espontaneamente e que se denominou “Amigos do Príncipe Real”, a opor-se às obras em curso.

A aderência a esta visita foi uma surpresa. Várias dezenas de pessoas – podem-se contar mais de 70 pessoas numa das fotos tiradas durante a visita – ouviram com atenção o que foi sendo dito, fosse sobre o arvoredo em si, fosse sobre o conteúdo do projecto e a forma como está a decorrer a sua execução.

Enquanto guia da visita, tentei que a mesma fosse o mais interessante e agradável para todos, ao mesmo tempo que se expunham, uma a uma, as razões que me levam a mim, e muitas outras pessoas, no pleno usufruto dos seus direitos enquanto cidadãos, a questionar e criticar o que até agora tem acontecido em relação a estas obras.

Para já fica o registo fotográfico, feito por vários fotógrafos. Em breve publicarei um texto que dará continuidade à minha primeira intervenção sobre esta questão, intervenção essa que considero ainda muito pertinente e que pode ser lida aqui.

Foram, também, publicados dois artigos de reportagem sobre esta visita, um por Cristiano Pereira no Jornal de Notícias e outro por Alexandre Soares no i.

Foto por António Branco Almeida

Foto por Jorge T. Pinto

Foto por Jorge T. Pinto